MEC divulga o edital da próxima edição de Exames

Em breve o MEC – Ministério da Educação divulgará o edital da próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2020.

O edital do exame estabelece todas as datas e regras do exame, inclusive a respeito dos Documentos Enem 2020.

Ainda que as datas de realização do exame não tenham sido divulgadas é possível fazer uma previsão do cronograma, tomando como base as edições anteriores.

As inscrições do Enem 2020 estarão disponíveis em maio, quando os estudantes interessados deverão acessar o para efetuar inscrição.

As provas serão aplicadas provavelmente em novembro, já que 2020 é um ano eleitoral, com eleições municipais realizadas em outubro.

São dois dias de prova Enem:

– No sábado os estudantes devem resolver, em quatro horas e trinta minutos, 90 questões de múltipla escolha, sendo 45 de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e 45 de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

– Já no domingo serão cinco horas e trinta minutos de prova para resolver 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, 45 de Matemática, além da redação (Veja as melhores dicas para a Redação do Enem 2020).

Antes mesmo de entrar na sala de provas é necessário apresentar documento oficial com foto aos aplicadores/fiscais.

  • Veja também: Apostila completa de Matemática para o Enem!

Você sabe quais são os documentos Enem 2020? Vejam abaixo quais serão aceitos e como proceder em caso de perda dos mesmos.

Documentos para o Exame

São válidos os seguintes documentos:

  • Carteira de Identidade ou RG, emitida por Secretaria de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar ou Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério das Relações Exteriores para estrangeiros;
  • Identificação fornecida por Ordens ou Conselhos de Classe, que por lei tenham validade como documento de identificação;
  • Carteira de trabalho e Previdência Social;
  • Certificado de Reservista;
  • Passaporte; e
  • Carteira Nacional de Habilitação com foto.

Em caso de perda dos documentos de identificação, o candidato ainda sim poderá participar do exame. Para tanto deverá apresentar o Boletim de Ocorrência com data de, no máximo, 90 dias antes da data da prova. Em breve traremos mais dicas para a prova. Continue se preparando e boa sorte!

Geo-RH

“Então você dá (vai dar) aula?” Atire a primeira pedra o graduado (ou estudante) de Geografia que nunca foi indagado com essa pergunta!

Ainda que a licenciatura e a educação marquem fortemente a formação dos geógrafos no Brasil (fazem parte da nossa história), o bacharelado oferece um amplo leque de oportunidades que vão muito além da sala de aula. Elas dependem tanto do currículo mínimo obrigatório estabelecido pelos departamentos de Geografia, os quais, graças à autonomia universitária, podem oferecer “geografias” muito diferentes umas das outras, quanto da vontade do estudante de investir na sua preparação profissional fazendo disciplinas em escolas vizinhas, como a Geologia, a Arquitetura, as Ciências Sociais e muitas outras.

Sendo assim, não é raro encontrar estudantes de bacharelado no final do curso ou mesmo recém-formados sem saber como entrar no mundo do trabalho. Como está o mercado? Quais atribuições preciso dominar? Que software preciso conhecer? Qual pós-graduação devo procurar? Por outro lado, também não é difícil achar quase licenciados ou jovens professores dizendo que “dar aula é para poucos” ou que “é preciso muito amor” para viver numa sala de Geografia. Estas são apenas algumas questões e inquietações que acabaram dando origem ao Geo-RH.

Criado por Lucas Mello e Luiza Gontijo em novembro de 2012, o Grupo de Facebook Geo-RH começou como uma brincadeira entre licenciados e bacharéis em Geografia de Belo Horizonte. Ambos os criadores eram chamados pelos amigos em comum de “RHs” (Recursos Humanos) da Geografia por estarem sempre compartilhando oportunidades de trabalho e formação para colegas na rede social. No entanto, o boca-a-boca virtual e as conexões pessoais dos amigos dos amigos fizeram com que o grupo crescesse rapidamente e em pouco tempo: 1000 membros em meados de janeiro.

O grupo conta agora (01/08 – 22:20) com 2139 membros de várias partes do Brasil e até de outros países, que procuram estágio, o primeiro emprego, mudar de empresa, um novo curso de pós-graduação ou apenas acompanhar a dinâmica do mercado geográfico. São licenciados, bacharéis, licenciados e bacharéis em Geografia e outros profissionais afins em vários níveis de formação: do calouro universitário ao pós-doutor professor de Universidade Federal.

As publicações do Geo-RH são moderadas com rigor para evitar spammers e a criação de tópicos desligados do objetivo principal do grupo, que é o compartilhamento de oportunidades de trabalho e formação para Geógrafos (licenciados E bacharéis), mas as caixas de comentários são livres como todo fórum virtual aberto deveria ser. Nesse sentido, discutimos entre vários assuntos a atualidade da legislação que regula o Geógrafo (de 1979), sua participação nos Conselhos Regionais (CREAs), a criação das Associações Profissionais (APROGEOs), a exclusão dos mesmos de muitos editais de concursos públicos, a desvalorização dos professores nas redes públicas e privada, e, obviamente, temas clássicos como as dicotomias Geografia Humana versus Geografia Física e Bacharelado versus Licenciatura. Respostas concretas à tantos problemas ainda não foram dadas, mas, até agora, o sistema tem dado certo.

Portanto, se você é estudante, graduado, pós-graduado ou apenas gosta de Geografia, conheça o Geo-RH! Estamos abertos 24 horas por dia para a sua participação. Seja bem-vindo e ‪#‎poste1vaga‬.